BARRO QUE TRANSFORMA: Memórias da Infância



BARRO QUE TRANSFORMA
Memórias da Infância

Ana Maria Louzada

Brincar com barro
Tempo de criança
Tempo de fazer comidinha
Comidinha de faz de conta
De comer de brincadeirinha
Sabor de infância
Barro que transforma
Que vira massinha
Vira arte de viver
Arte de criança
Barro de brincar

Brincar no barro
Viver intensamente
Lambuzar o corpo inteiro
Acariciar o rosto
Bem devagar...
Reviver memórias
E sonhar!
Barro que transforma
Não deforma
Produz formas
Acalma a alma

Brincar de barro
Colorir a casa
Pintar o sete
Barro terra cota
Que revigora
Barro esperança
Jeito de ser criança
Barro que transforma
Resgata formas
Das memórias da Infância

Publicada originalmente em QUEM PEDIU POESIA?

Comentários

AS FLORES ENCANTAM!

O CANTO DOS PÁSSAROS

Postagens mais visitadas