ÁGUA QUE GERA VIDA! Das entranhas do ventre materno...



ÁGUA QUE GERA VIDA!
Das entranhas do ventre materno...

Ana Maria Louzada

Água produzida
No útero materno
Gotas de aconchego
É quase água benta
Acolhe a vida que gera
Num mergulho sereno
Envolvido em amor pleno
Acalenta

Água que abriga
Mistura de sensações
Sussurros de vozes
Ecos de sorrisos
Batidas do coração
Movimento constante
Sonoridade molhada
Sagrada

Água amadurecida
Feto formado
Bolsa que rompe
Tonalidade amarelada
Às vezes magenta
Aspecto suculenta
Anuncia o nascimento
Abençoada

Agora no mundo terreno
Terra!
Planeta Água?
Água que mata a sede
Água que alimenta
Que sustenta
Que preserva a vida...
Onde encontrá-la?

Poesia publicada originalmente em QUEM PEDIU POESIA?

Comentários

AS FLORES ENCANTAM!

O CANTO DOS PÁSSAROS

Postagens mais visitadas